Roni Pereira, Escritor de Não Ficção
  • Escritor de Não Ficção

Roni Pereira

Salvador (BA)
19seguidores98seguindo
Entrar em contato

Sobre mim

Jornalista

Comentários

(87)
Roni Pereira, Escritor de Não Ficção
Roni Pereira
Comentário · há 3 meses
Não vou generalizar e dizer que todos os eleitores de Bolsonaro esperavam uma "figura perfeita". Muitos votaram nele só para derrotar o PT.

Mas muitos o idealizaram sim e idealizam até hoje. Acreditaram fielmente que ele "acabaria com a corrupção". O próprio conceito de "antissistema" está intimamente ligado com a "pureza política": o "outsider" seria o político que "não é político", porque não se conspurcou - seria como se fosse uma virgem imaculada. Quem passou a campanha inteira criticando o "toma da lá da cá" foi o atual presidente. Foi ele quem bancou o politicamente puro.

Afirmar que "esquerdistas [é] que são os campeões da pureza política" é um ajuste de retórica conforme a conveniência. Posar de "pragmático" é o que alguns bolsonaristas andam fazendo, porque não tem como esconder que Bolsonaro está aliado com o Centrão.

Bolsonaro é populista. O bolsonarismo é uma reação ao populismo petista: a reação do "eles" na dicotomia "nós contra eles" pregada pelo PT. A pose contínua de Bolsonaro como "defensor do povo e da liberdade" contra o "establishment" formado pelas instituições científicas, democráticas e internacionais é um traço evidente de populismo.

Quanto a ele ser "popular", depende do que se entende por ser "popular". Qualquer político tem algum nível de popularidade. Mas dizer que a maioria ama Bolsonaro é um exagero risível. Muito pelo contrário. Se ele é tão amado, por que o fiasco eleitoral nas eleições municipais deste ano? Nenhum dos candidatos explicitamente apoiados por ele venceu eleição. Teve um bolsonarista vitorioso apenas, foi em Vitória, Espírito Santo, mas ele renegou o Messias em entrevistas para a imprensa. Ou seja, não quis se associar com o político amado, ficou com medo de perder votos. Que amor é esse?

Afirmar desejar "que criminosos sejam presos" é o que se espera de qualquer pessoa com bom senso. Ainda bem que o senhor pensa assim. Pena que Bolsonaro não pensa assim. Se pensasse, já teria demitido o ministro do Turismo, indiciado pela Polícia Fderal por suspeitas de uso de laranjas para roubar dinheiro público do fundo partidário. Se pensasse, não teria sequer convidado Ricardo Salles para ser ministro do Meio Ambiente, afinal ele está inelegível por causa de condenação por improbidade administrativa. Se pensasse, não teria tentado interferir na Polícia Federal (acusação de Sergio Moro, o paladino da moral e justiça) para tentar barrar investigações contra o filho dele, denunciado pelo Ministério Público por vários crimes.

Recomendações

(23)

Perfis que segue

(98)
Carregando

Seguidores

(19)
Carregando

Tópicos de interesse

(115)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros perfis como Roni

Carregando

Roni Pereira

Entrar em contato